Qual arame certo?

Qual arame ideal para construir a sua cerca elétrica rural?
O condutor (arame , fita ou fio eletro plastico)  é componente que “leva” a energia para todo o perímetro da cerca.
Por ter uma função tão importante é necessário que seja de excelente qualidade e específico para a função.

Muita gente nos pergunta, qual o arame certo para eu construir uma cerca elétrica rural (fixa)?  Segue a resposta:
Para cerca fixa o ideal é o ARAME LISO COM ALTA GALVANIZAÇÃO.

Indiferente da marca o que realmente importa é a alta galvanização. Varias marcas já tem arames específicos para cerca elétrica, veja os exemplos:
– Da Gerdau: Ovalado – tripla camada
– Da Belgo: Eletrix – tripla galvanização
– Da Morlan: ELECTRO 15 ZN3

Características:
• Camada pesada (tripla) de galvanização;
• Maior durabilidade ao tempo;
• Praticidade, pois permite até mesmo acabamento com as mãos;
• Alta resistência ao impacto de animais;
• Sem efeito de mola, não fica “nervoso” na hora de abrir;
Mais informações sobre dimensionamento da cerca, nos chame no Whatsapp 49 99165 6265

Pecuária de leite é um negocio

Em um cenário onde escutamos várias reclamações sobre a pecuária de leite, as opiniões geralmente se divergem, vamos escutar um produtor que passou por todas as dificuldades possíveis na atividade e fala para nós com experiência sobre como ele fez para evoluir de TIRADOR para PRODUTOR e para EMPREENDEDOR do leite.

*A pecuária de leite é um negócio e como tal deve gerar lucro e satisfação para o produtor
*Quem dá dinheiro é pai e mãe e loteria, leite gera LUCRO
*Tomar iniciativa, assumir a responsabilidade e fazer a coisa acontecer
*leite só gera lucro fora da zona de conforto

Estas são as palavras do Pecuarista Fabrício Nascimento, assista o primeiro video desta série com este grande exemplo de empreendedor!

Clique na imagem e assista o video no Youtube, ou pelo link: https://youtu.be/R2_TeYwB_v8

MINIATURA COREL.jpg

Para falar com a Isolar, nos chame no  49 9 9165 6265 ou 49 3025 8300

 

Bebedouro de baixo CUSTO

O canal Isolar TV tem como objetivo levar o conhecimento ao homem do campo e nosso foco principal é divisão de pastagens para pastejo intensivo, pensando nisso estamos sempre buscando parcerias com profissionais que possam trazer conteúdo de relevância e qualidade que ajudem o Produtor Rural a diminuir seus custos, aumentar sua lucratividade e facilitar o dia a dia no campo.

No video do dia 11/11/2018 o nosso consultor Rholyston Cordeiro e o Prof. André do IFMA Maracanã, ensinam a construir um bebedouro para utilizar nos piquetes. Uma opção simples, barata e com grande beneficio. Assista no link abaixo e confira esta grande dica ao produtor rural.

ASSISTA AQUI

Mais sobre o assunto a importância da água para os animais:

Segundo, Ricardo Dias Signoretti, em um artigo a Scot Consultoria (link da origem abaixo)

“…a baixa ingestão de água aumenta os valores de hematócritos e a concentração de uréia no sangue, reduz a taxa respiratória e a contratibilidade ruminal, reduz a produção de leite, etc…”

Porém, a baixa ingestão de água aumenta os valores de hematócritos e a concentração de uréia no sangue, reduz a taxa respiratória e a contratibilidade ruminal, reduz a produção de leite e o peso corporal dos animais, além de influenciar no comportamento dos animais ao redor do bebedouro.

Deste modo, os produtores e nutricionistas devem estar atentos para o dimensionamento e manejo correto dos bebedouros nas instalações e em pastagens.

Por exemplo, em sistemas de produção de leite a pasto, o cálculo do tamanho do bebedouro é realizado conforme o tamanho do lote e segue a relação de perímetro/animal.

Para lotes de até 50 animais pode-se utilizar a proporção de 1:10, ou seja, 10 centímetros por animal e lembrar que a vazão tem que ser suficiente para manter o volume de água no bebedouro para atender esta situação.

Atualmente, com a iniciativa de pagamento por qualidade pelas indústrias e laticínios é de suma importância estimular e orientar os produtores a realizar análises periódicas da água captada, proteger nascentes e promover o controle de sustentabilidade por meio de medições frequentes da quantidade de água fornecida e utilizada na produção de leite.

Promover a captação de forma adequada, vedar as caixas d’água, bem como higienizá-las periodicamente, são medidas fundamentais que o produtor de leite deve realizar para manter e assegurar a produção de leite de boa qualidade.

“Para lotes de até 50 animais pode-se utilizar a proporção de 1:10 (10cm por animal) e lembrar que a vazão tem que ser suficiente para manter o volume de água no bebedouro para atender esta situação…”

Diante do exposto, negligenciar a quantidade e qualidade da água da propriedade pode gerar prejuízos econômicos e sanitários no rebanho, assim como de saúde pública e de meio ambiente. << Notícia Anterior

Parte da matéria da Scot Consultoria, veja ela completa em: https://www.scotconsultoria.com.br/noticias/artigos/22079/a-importancia-da-agua-no-manejo-alimentar-de-vacas-leiteiras.htm

 

 

 

 

Qual gênero de pastagem é mais indicado para o Sul do Brasil? Dr. Pastagem responde.

Hoje iniciamos uma série de videos em parceria com o DR .PASTAGEM, o engenheiro agrônomo Juliano Alarcon, para responder diversas perguntas que chegaram até a ISOLAR CERCAS.

A pergunta de hoje veio do nosso cliente e parceiro Alisson Pamplona de Rio do Sul, SC, assista o vídeo no link: https://www.youtube.com/watch?v=Yw7JLXW_Kc0

miniatura

Maiores informações sobre este genero de pastagem:

Gênero Cynodon
O gênero Cynodon se apresenta como mais um recurso forrageiro para as regiões tropicais e subtropicais. Existem duas espécies principais: C. dactylon (L.) Pers. (capimbermuda), e C. nlemfuensis Vanderyst var. nlemfuensis (capim-estrela).

No Brasil, apesar de as áreas de pastagens com o gênero Cynodon serem pouco representativas em relação às áreas com os gêneros Panicum e Brachiaria, vários
cultivares podem ser encontrados, como: Coastcross, Florakirk, Tifton 44, Tifton 68, Tifton 85, Florico, Florona e Ona.

Manejo e utilização de plantas forrageiras dos gêneros Panicum, Brachiaria e Cynodon 17.

As informações sobre Cynodon no Brasil são escassas e estão mais relacionadas com a cultivar Coastcross, que se caracteriza por ser uma planta estolonífera, com colmos finos e folhas macias (Vilela e Alvim, 1998). Nas condições brasileiras, essa cultivar têm
apresentado, sob adubação, elevada produção de forragem de boa qualidade, sendo usada tanto na forma de pastejo como na forma de feno.

As principais características da cultivar Coastcross são apresentadas a seguir.
Atributos positivos:
– elevado valor nutritivo e alimentício,
– elevada resposta à adubação,
– boa resistência ao pastejo,
– adequada para uso tanto na forma de pastejo como na
forma de feno,
– boa tolerância ao frio.
Atributo negativos:
– propagação vegetativa,
– estabelecimento lento,
– exigente em fertilidade,
– queda da qualidade da forragem após 5 semanas de
rebrota e após a ocorrência de geada,
– susceptível à cigarrinha das pastagens

Fonte: Embrapa. Acesse o artigo completo destas informações direto no site da EMBRAPA, aqui